Perder peso pode diminuir necessidade de tomar remédios contra o diabetes

Pessoas que atingem perda de peso igual ou superior a 10% nos primeiros cinco anos após o diagnóstico de diabetes tipo 2 têm maior chance de ver sua doença entrar em remissão. A descoberta é de um estudo liderado por pesquisadores da Universidade de Cambridge, na Inglaterra.

Embora a doença possa ser controlada por uma combinação de mudanças no estilo de vida e medicamentos, também é possível que os altos níveis de glicose no sangue retornem ao normal por meio de restrição calórica significativa e perda de peso.

Uma dieta intensiva de baixa caloria, que envolve uma ingestão diária total de 700 calorias por oito semanas, foi associada à remissão de quase nove em cada dez pessoas com diabetes diagnosticada recentemente e em metade das pessoas com doença de longa data. Considera-se remissão quando o paciente apresenta a glicemia controlada sem uso de medicamentos, informa o Extra.

— Já sabemos há algum tempo que é possível enviar diabetes para remissão usando medidas bastante drásticas. Mas nossos resultados sugerem (que isto pode ser possível) com uma perda de peso mais modesta. Isso será mais viável para muitas pessoas — diz Hajira Dambha-Miller, do Departamento de Saúde Pública e Cuidados Primários da Universidade de Cambridge.

O diabetes tipo 2 está, em grande parte, ligado à obesidade e sobrepeso. Por isso, a perda de pelo menos 10% de massa gorda alivia a sobrecarga do pâncreas.

— Quanto mais precocemente a perda de peso ocorrer, maior é a chance de remissão. Depois, a capacidade de secreção de insulina diminui, o que dificulta a remissão — explica Fernando Valente, endocrinologista da Sociedade Brasileira de Diabetes.

01/10/2019

(Visited 4 times, 1 visits today)