Fumar causa reação imediata nos vasos sanguíneos e 7 problemas graves a longo prazo

Doenças respiratórias, problemas pulmonares e câncer são os efeitos mais conhecidos do tabagismo, mas o hábito de fumar prejudica todo o organismo e promove estragos variados no corpo. Para se ter uma ideia, o cigarro está relacionado ao aumento nos riscos de surgimento de 50 doenças diferentes.

Efeitos do cigarro nos vasos sanguíneos

O cigarro é um dos maiores agressores do endotélio, a parede de células que recobre os vasos sanguíneos. Essa ação interfere com a produção de uma substância protetora conhecida como óxido nítrico e faz como que as artérias fiquem mais vulneráveis ao acúmulo de gordura, explica Abrão Cury, cardiologista do Hospital do Coração (HCor).

A nicotina, substância encontrada no cigarro, afeta os sistemas simpáticos e parassimpáticos e, quando a adrenalina é liberada, influencia na redução de consumo de oxigênio, e faz com que o corpo passe a absorver mais colesterol.

A fumaça do cigarro contrai os vasos capilares dos pés e das pernas e, um único cigarro, já é suficiente para contrair todos os vasos sanguíneos do corpo. A cada tragada, ocorre um endurecimento das artérias do fumante, fazendo com que o coração trabalhe mais intensamente.

A longo prazo, os efeitos do tabagismo sobre os vasos sanguíneos, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), podem provocar problemas graves de saúde como:

  • Doenças coronárias (como angina e infarto)
  • Acidente vascular cerebral (AVC)
  • Aneurismas
  • Colesterol alto
  • Impotência sexual
  • Arteriosclerose (acúmulo de gordura nas paredes das artérias)
  • Amputação de membros

O cardiologista afirma que a única forma de reduzir as chances de ter problemas de saúde relacionados ao comprometimento dos vasos sanguíneos é parar de fumar. O especialista ainda alerta que optar por cigarros com baixo teor de alcatrão e nicotina não significa diminuição do risco das condições.

07/10/2019

(Visited 5 times, 1 visits today)